Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > Ifap realiza primeiro ciclo de defesas de pós-graduação em Biotecnologia
Início do conteúdo da página

Ifap realiza primeiro ciclo de defesas de pós-graduação em Biotecnologia

Publicado: Segunda, 03 de Agosto de 2020, 13h53 | Última atualização em Segunda, 03 de Agosto de 2020, 14h04

O Instituto Federal do Amapá (Ifap), Campus Laranjal do Jari, realiza o I Ciclo de defesas de pós-graduação lato sensu – Especialização em Biotecnologia (CIDBTEC). O evento ocorrerá de 11 a 31 de agosto deste ano, de forma on-line, e o acesso será restrito aos formandos, orientadores e convidados. A iniciativa contará com 24 concludentes com formações nas áreas de Biologia, Biomedicina, Agronomia, Engenharia Florestal e Gestão Ambiental. Confira o cronograma de defesas aqui.

O CIDBTEC tem cunho extensionista voltado à divulgação e a popularização do conhecimento científico e tecnológico.  Darley Leal Matos, coordenadora substituta da pós-graduação e professora do Campus, afirma que as apresentações viabilizam a troca de informações e conhecimentos, além de promover o debate sobre temas que possibilitem o desenvolvimento sustentável. “A iniciativa contribui para a difusão do conhecimento científico e tecnológico local, além de oportunizar a reflexão entre os participantes sobre assuntos ligados á sustentabilidade na região Amazônica”, relata.

Os trabalhos abordarão uma diversidade de temas nas áreas de biotecnologia vegetal, resíduos, saúde, biodiversidade e tecnologia. Algumas pesquisas são pioneiras no campo científico. “Dentre os estudos desenvolvidos nas monografias, vários são novidades, e espera-se com o resultado das defesas, a popularização da ciência, a proposição de novas pesquisas práticas e a promoção da sustentabilidade na região do Vale do Jari”, destaca o coordenador da Especialização em Biotecnologia e professor do Ifap, Campus Laranjal do Jari , Wanderson Pantoja.

 A aluna e servidora do Campus Laranjal, Ananda Araújo, possui formação em Ciências Biológicas e revela que a especialização é a concretização de um sonho. “Conheci a área ainda na minha graduação e de lá pra cá sempre tive o desejo de estudar biotecnologia, e ter essa possibilidade, no local onde trabalho, foi uma grande oportunidade”, afirma. A aluna apresentará como trabalho um estudo sobre Macrófitas Aquáticas (Plantas que se desenvolvem na água). A pesquisa tem por finalidade entender o comportamento desses vegetais na região.  

A servidora que é técnica em laboratório de biologia relata que a temática, a ser defendida, é baseada na realidade local, caracterizada por um número substancial de pessoas morando em palafitas, nas margens do rio Jari, sendo a poluição recorrente na área. Ananda diz, ainda, que dentre as ações do estudo está à promoção do reconhecimento das espécies vegetais e a educação ambiental aos habitantes da região. “O intuito é contribuir com o município para torná-lo um lugar melhor, mais agradável de viver”, finaliza.

Por Tiago Ferreira, jornalista do Campus Laranjal do Jari

Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook:/institutofederaldoamapa

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página