Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > Campus leva medalha de ouro e bronze na XX Olimpíada Estadual de Química
Início do conteúdo da página

Campus leva medalha de ouro e bronze na XX Olimpíada Estadual de Química

Publicado: Quinta, 25 de Novembro de 2021, 14h30 | Última atualização em Sexta, 26 de Novembro de 2021, 11h26

Alunos do 1º e 2º ano do Campus Laranjal do Jari do Instituto Federal do Amapá (Ifap) conquistam medalha de ouro e bronze na XX Olimpíada Amapaense de Química – edição unificada 2021 (OAPQ). A competição faz parte  do  Programa Nacional Olimpíadas de Química e é uma realização da coordenação do projeto de extensão Olimpíadas de Química da Universidade Federal do Amapá  (Unifap). Os medalhistas representarão o Ifap na Olimpíada Nacional de Química.

A olimpíada constou em duas modalidades, sendo: OAPQ-A, destinada a alunos regularmente matriculados nos 1º e 2º ano do ensino médio; e a OAPQ-B,  voltada a estudantes regularmente matriculados no 3º ano do ensino médio e 4º ano do ensino técnico. Foi na categoria OAPQ - A que Hanna Luíza Sousa, aluna do curso técnico integrado em  administração; e Júlia Paula Tavares, estudante  do curso técnico integrado de informática, conquistaram medalha de ouro.

Hanna Luíza, aluna do curso técnico integrado em  administração do Campus Laranjal do Jari

Hanna  destaca  importância do feito e o desafio do ensino remoto. “ Nunca imaginei que fosse ganhar essa medalha de ouro, mas acredito que foi  resultado de todo meu esforço ao longo do ano. Não foi fácil, o ensino remoto é muito complicado e  mais difícil do que a aula presencial. Confesso que estava desanimada com essa situação e ganhar essa medalha mudou muita coisa, me deu um ânimo para continuar o meu trabalho e dever como estudante. Vejo que todo esforço e dedicação valeu a pena”, explica.

A outra medalhista de ouro, Júlia Paula Tavares, também foi campeã no desafio scratch Amapá 2021, onde apresentou, individualmente, um jogo intitulado “Escape do Corona”. O jogo  , que consiste em dois modos, objetiva conscientizar as pessoas sobre atos a serem evitados na pandemia como aglomerações, além de demonstrar ações que podem ajudar na proteção contra o coronavírus. Ler mais

 

Luna Morais,  aluna do curso técnico integrado em logística do Campus Laranjal do Jari

Ainda na categoria, os estudantes Luna Morais, do curso técnico integrado em logística; e Arthur dos Santos, do curso técnico integrado em informática, foram medalhistas de bronze. Luna destaca que ficou surpresa com a conquista e que foi uma honra representar o Ifap na competição. “Eu nunca imaginei que iria passar numa olimpíada de química, foi uma honra para mim ter participado e sido classificada para as próximas etapas. Gostaria de agradecer a Deus por me dá sabedoria, ao Ifap - Campus Laranjal do Jari, por me proporcionar essa oportunidade de participar da competição e também a minha professora Erica Mares, que me incentivou a participar da OAPQ 2021, ressalta.

Arthur dos Santos diz que ficou  feliz com a medalha e que o feito demonstra que as horas dedicadas aos estudos valeram apena." Objetivo era pontuar e garantir no mínimo uma menção honrosa  e assim competir na Olimpíada Brasileira de Química, pois só consegue ter acesso a competição de nível nacional quem ganha medalha ou uma menção", explica.

A professora de química do Campus Laranjal do Jari, Érica Moares, enfatiza que a conquista dos alunos demonstra que o Ifap nunca parou, mesmo em meio a pandemia, sempre cumpriu o compromisso de fornecer uma educação de qualidade. “Apesar do cenário pandêmico e os quase dois anos de ensino remoto, o Instituto Federal não parou e o nosso trabalho manteve ativo, o que reflete no desempenho das alunas e alunos do  Campus Laranjal do Jari, que mostraram seu potencial e representaram de forma brilhante o Ifap  na Olimpíada estadual de química.

O também professor do Campus Laranjal do Jari, Jaceguai Soares, destaca que o prêmio é mérito dos alunos, pois não é facil, remotamente, manter o foco e disciplina, e em muitas situações, são estudantes com condições precárias de acesso a internet e equipamentos necessários para acesso às aulas. "Ficamos felizes com a notícia, mas precisamos fazer mais. É preciso destacar também que a premiação prova que a instituição está cumprindo o seu papel e também sua função social, em fazer com  os alunos aprendam e se desenvolvam", finaliza

Outros campis do Ifap

O Campus Macapá garantiu medalha de prata representado pelo aluno Erick Tavares Fonseca.

Confira o quadro de medalhas

Por Tiago Ferreira, jornalista do Campus Laranjal do Jari

Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook:/institutofederaldoamapa

Instagram: @ifapoficial

registrado em:
Fim do conteúdo da página